Você está vendo Cicloergômetro Biotec 2100.
Caso queira ver outro produto, selecione abaixo.

Cicloergômetro Biotec 2100

O Cicloergômetro Biotec 2100 foi desenvolvido para que os padrões biomecânicos de ciclistas de alto nível sejam respeitados durante a realização dos testes. Isso permite que os parâmetros de ergoespirometria, lactacidemia e potência anaeróbia estejam mais próximos da situação de campo.
O Cicloergômetro Biotec 2100 foi desenvolvido para que os padrões biomecânicos de ciclistas de alto nível sejam respeitados durante a realização dos testes. Isso permite que os parâmetros de ergoespirometria, lactacidemia e potência anaeróbia estejam mais próximos da situação de campo.

O Biotec 2100 permite que a triangulação entre guidom, selim e pé de vela seja posicionada de acordo com as características individuais de cada atleta.

É possível a adaptação de clips de competição diretamente no pé de vela, bem como existe a opção de que vários comprimentos de pé de vela sejam colocados no movimento central (opcional).

O Guidom e o Selim são padronizados no formato de competição e, além de possuírem ajustes verticais e horizontais, podem ser substituídos pelos próprios acessórios que os atletas utilzam em suas bicicletas.

O Biotec 2100 atende aos requisitos necessários para realização da Avaliação Funcional em: Academias, Centros de Avaliação Física, Centros de Fisiologia do Exercício, Clínicas de Cardiologia, Universidades, Fisioterapia, Personal Training, entre outros.

Teses, Dissertações e Artigos onde foram uttilizados dados obtidos com o Biotec 2100 podem ser vistos na sessão de artigos no rodapé desta página.
Especificações:

Polia de Frenagem acionada por cinta e anilhas;
Ajuste de altura do selim de 820 mm a 1.180 mm;
Selim de Competição;
Ajuste de altura do guidom de 1.000 mm a 1.600 mm;
Largura do Guidom: 560 mm;
Guidom de Competição;
Largura total: 710 mm;
Comprimento total: 1.200 mm;
Pintura eletrostática a pó na cor Cinza e Grafite;
Peso: 110 kg;
Quadro super reforçado para suportar testes de potência (Wingate e Quebec);
Compatível com Softwares para Determinação de Potência e Resistência; Anaeróbia – Wingate Test 1.0 e Ergometric 6.0;
Comprimento do pé de vela modificável (opcional);
Pé de vela compatível com clip de competição;
Pés com ajustes de nível;
Rodas para transporte;
Controle de velocidade em km/h e rpm;
Carga composta de 01 balança de 0,50 kgf.m, 04 anilhas de 0,10 kgf.m, 01anilha de 0,25 kgf.m e 20 anilhas de 0,50 kgf.m;
Calibrado Dinamicamente de 10 a 1300 watts de 40 a 200 rpm;
Garantia de 1 ano.

Aplicação:

Testes Aeróbios, Anaeróbios, Máximos, Submáximos, Ergoespirometria, Lactacidemia, Treinamentos, Aquisição de dados para Pesquisa Cientifica, Medicina Esportiva,
Reabilitação, etc.

Parâmetros Fisiológicos

Pressão Arterial em Esforço, FC Máxima e de Pico, Limiar de Lactato, Limiar Ventilatório, Calorimetria Indireta em Esforço, Consumo de Oxigênio, Entre outros

Os testes com o Cicloergômetro Biotec 2100 podem ser realizados com associação de qualquer sistema para análise de gases espirados, como.: Vacumed, MedGraphics, Med Systems, Micromed, Cosmed, ParvoMedics, entre outros.

Sistema de Aplicação de Carga
• Aplicação de carga em kgf.m ou Watts
• Frenagem Mecânica por sistema de cinta com a tração através de anilhas
• Faixa de aplicação de carga: de 0,25 kgf.m a 10,90 kgf.m (com possibilidade de expansão até 16 kgf.m)
• Carga máxima em watts está acima de 1500w

Vídeos:

Fotos:

Downloads
Manuais
Especificações
Artigos
01_-Aplicabilidade-da-Fisiologia-do-Exercicio-no-Futebol.pdf
2_Ciclismo-de-velocidade.pdf
3_Cinetica-do-consumo-de-oxigenio-durante-exercicios-supramaximos.pdf
4_Comparacao-do-consumo-maximo-de-oxigenio-de-universitarias.pdf
5_Comparacao-entre-limiar-de-esforco-percebido-e-indicadores.pdf
6_Comparison-Between-Single-Diode-Low-Level-Laser-Therapy.pdf
7_Comparison-with-ventilatory-thresholds-and-critical-power.pdf
8_Correlacao-entre-Limiar-e-VO2Max.pdf
9_Desempenho-da-potencia-Anaerobia_Creatina.pdf
10_Desempenho-em-exercicio-interm-max-de-curta-duracao.pdf
11_Desempenho-fisico-e-respostas-eletromiogrficas-dos-musculos-vasto-lateral.pdf
12_Efeito-da-cadencia-da-pedalada-na-resposta-de-FC-e-PA.pdf
13_Efeito-da-cadencia-da-pedalada-na-resposta-do-lactato.pdf
14_Efeito-do-exercicio-fisico-nos-fatores-de-risco.pdf
15_Efeito-do-uso-de-analisador-de-gases-sobre-o-desempenho-em-uma-tarefa-anaerobia.pdf
16_Efeitos-da-cadencia-de-pedalada-sobre-a-potencia-mecanica.pdf
17_Efeitos-do-exercicio-aerobico-e-anaerobico.pdf
18_Efeitos-do-exercicio-fisico-agudo-coninuo-e-intermitente.pdf
19_Efeitos-do-treinamento-com-exercicio-resistido.pdf
20_Effects-of-aerobic-and-anaerobic-exercise-on-cardiac-risk.pdf
21_Energy-system-contributions-in-indoor-rock-climbing.pdf
22_Frequencia-cardiaca-de-recuperacao-como-indice-de-aptidao.pdf
23_Influencia-de-diferentes-niveis-de-atividade-fisica.pdf
24_Limitacoes-do-modelo-de-potencia-critica-aplicado.pdf
25_Mensuracao-indireta-e-comparacao-da-capacidade-aerobia-de-individuos-ativos-e-nao-ativos.PDF
26_Mudanca-na-potencia-max-de-ciclista-no-teste-de-wingate.pdf
27_Mudancas-do-desempenho-anaerobio-em-futebolistas.pdf
28_O-perfil-antropometrico-e-funcional-do-ciclista-votuporanguense.pdf
29_O-uso-de-mascara-contra-gases-na-determinacao.pdf
30_Physiological-variables-to-predict-performance-in-cross-country.pdf
31_Predicao-da-aptidao-aerobia-em-cicloergometro.pdf
32_Relacao-da-altura-ideal-de-queda-e-velocidade-em-futebolistas.pdf
33_Teste-de-Wingate.pdf
34_Valencias-fisiologicas-anaerobias-de-futebolistas.pdf
35_Variaveis-de-desempenho-no-ciclismo.pdf
36_Variaveis-fisiologicas-de-futebolistas.pdf
37_Variaveis-fisiologicas-mountain-bikers.pdf
38_A-INFLUENCIA-DE-DUAS-INTENSIDADES-DE-TREINAMENTO-AEROBIO-SOBRE-A-POTENCIA-AEROBIA-E-ANAEROBIA-DE-CRIANCAS.pdf
39_Avaliacao-e-comparacao-de-testes-anaerobios-no-futebol.pdf
40_Caffeine-does-not-change-the-anaerobic-performance-and-rate-of-muscle-fatigue-in-young-men-and-women.pdf
41_Capacidade-anaerobia-de-atletas-adolescentes-de-futebol-em-exercicio-maximo-intermitente.pdf
42_Caracteristicas-antropometricas,-fisiologicas-equalidades-fisicas-basicas-de-atletas-de-Handebol.pdf
43_Correlacao-entre-desempenho-em-teste-de-Wingate-e-salto-vertical.pdf
44_DIFERENCAS-NA-PRODUCAO-DE-POTENCIA-EM-EXERCICIO-INTERMITENTE-MAXIMO-DE-CURTA.pdf
45_Efeito-da-aplicacao-de-diferentes-cargas-sobre-o-desempenho-motor-no-teste-de-Wingate.pdf
46_Efeito-da-fadiga-muscular-sobre-o-controle-postural-durante-o-movimento-do-passe-em-atletas-de-futebol.pdf
47_Efeito-da-vitamina-B6-e-maltodextrina-na-performance-de-atletas-demountain-bike.pdf
48_Efeito-de-oito-semanas-de-suplementacao-com-creatina-monoidratada-sobre-o-trabalho-total-relativo-em-esforcos-intermitentes-maximos-no.pdf
49_Efeito-do-exercicio-resistido-associado-a-suplementacao-de-creatina-ou-glutamina-na-potencia-anaerobia.pdf
50_EFEITOS-DE-UMA-PRE-TEMPORADA-EM-PARAMETROS-ANAEROBIOS-E-COMPARACAO-DE.pdf
51_Evaluation-of-physiological-characteristics-of-female-handball-athletes.pdf
52_O-EFEITO-DO-TREINAMENTO-DE-FORCA-GERAL-EM-TRIATLETAS-DO-SEXO-MASCULINO.pdf
53_POTENCIA-E-CAPACIDADE-ANAEROBIA-EM-ATLETAS-DE-KARATE.pdf
54-EVALUATION-OF-THE-PLACEBO-EFFECT-IN-ELITE-AND-AMATEUR-ATHLETES.pdf
19 3466-2350
cefise@cefise.com.br
Rua Dante Gazetta, 305 Vila Azenha
Nova Odessa/SP CEP: 13.387-060
Cefise Biotecnologia Esportiva
Desenvolvido por AOX Marketing
Cefise Biotecnologia Esportiva - Desenvolvido por AOX Marketing
Cefise Biotecnologia Esportiva
Desenvolvido por AOX Marketing
Cefise Biotecnologia Esportiva - Desenvolvido por AOX Marketing